Passear em Sintra

Entre o trabalho, as viagens e a família, gostava de passear mais em Portugal. Num dia destes tive a oportunidade de ir até Sintra, um lugar onde gosto de ir sempre que posso.

Eu, que já viajei por imensos países, conheci lugares incríveis e paradisíacos continuo a adorar Sintra. há diferente quando percorremos os caminhos da nossa terra, onde crescemos e onde nos sentimos em casa. Aquela serra que eu conheço, e que tem lá bem no alto o incrível Castelo dos Mouros, tem para mim uma outra história, conforto e significado que nenhum outro lugar do mundo me transmite. Lá fora somos apenas turistas, exploradores de passagem.

Aqui encontro paisagens de cortar a respiração por entre caminhos cheios de História de outras épocas. Diz-se que é a capital do Romantismo, dada a importância que teve quando muitos artistas, músicos e escritores encontraram nesta vila o seu subterfúgio e inspiração. De Lord Byron a Strauss, os artistas têm vindo a considerar Sintra um local de, quase, peregrinação artística. não podia estar mais de acordo.

Aqui, tem de ter lugar a passagem pela magnífica Quinta da Regaleira que me transporta sempre para um Mundo antigo de mistério e beleza esotérica. Tal como as personalidades de outros tempos, também eu vou lá para me refugiar do quotidiano. Rodeado por monumentos magníficos e uma natureza brilhante onde o ar é puro, eu posso respirar e reflectir com calma.

Além disso, é um lugar com uma gastronomia espectacular desde os pratos aos doces tradicionais (quem dispensa um bom Travesseiro não sabe o que faz). há bom para o conforto do espírito, mas também para o do està´mago!

Compartilhe este artigo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Publicações relacionadas

Comentários

Scroll to Top