Entrevista a Miguel Stanley

Na passada segunda-feira foi a ante-estreia do primeiro documentario da National Geographic sobre o futuro da Medicina Dentária, do qual eu faço parte juntamente com a minha equipa da White Clinic.

Hoje deixo-vos com a minha entrevista à  revista NatGeo Portugal.

As próximas emissões do documentario serào as seguintes: 

PORTUGAL: 4 de Dezembro 9:30 h ; 9 de Dezembro 15:15 h 

ROMENIA: 28 de Novembro 19:00h ; 30 de Novembro 10:00h; 2 de Dezembro 7:00 

REINO UNIDO: 1 de Dezembro 8:00h; 12 de Dezembro 8:00h 

ALEMANHA: 1 de Dezembro 18:30h; 2 de Dezembro 6:05h; 12 de Janeiro 19:20h  

Entre en contacto connosco aqui

 

 

Entrevista a Miguel Stanley

O Dr. Miguel Stanley apresenta o primeiro documentário da National Geographic sobre Medicina Dentária. ‘O Futuro do Sorriso com Dr. Miguel Stanley’ demonstra como a inteligência artificial irá alterar os limites da medicina dentária.

 

O Dr. Miguel Stanley, Médico Dentista e primeiro português a apresentar um documentário da National Geographic, tem uma enorme paixào por reabilitação oral complexa e tecnologia digital aplicada à  sua área. Com prática privada exclusivamente dedicada a implantologia e estética dentária, tornou-se um reconhecido líder de opiniào internacional.

Nos últimos 15 anos, percorreu o mundo e partilhou a sua filosofia de trabalho em mais de 200 conferências, em mais de 50 países. Tem uma equipa interdisciplinar completamente dedicada a esta área, na White Clinic que foi originada em 1999. Criou a famosa filosofia de NoHalfSmiles e o conceito de SlowDentistry. Acredita na importância da ética na área da Medicina Dentária e adora partilhar a sua visão com os mais novos – a futura geração de dentistas de todo o mundo.

 

Qual a Importância do Sorriso nas Nossas Vidas?

O sorriso não é apenas algo físico. há algo dinâmico e sentimental. Uma pessoa que não possua dentes ou que tenha uma dentiçào incompleta, pode de facto ter um sorriso bonito porque é algo que nos sai da alma e que transcende qualquer forma física. A gargalhada é a expressão humana que nos une, é algo implicitamente ligado ao nosso ser.

Obviamente que como Médico Dentista, o conceito de sorriso adquire uma terminologia diferente e o meu papel é o de ajudar a criar a identidade de uma pessoa que não possui o sorriso que deseja. Por isso mesmo, diria que o sorriso é uma das maiores ferramentas sociais. Uma ferramenta incrivelmente poderosa e que a sua falta poderá implicar graves complicações psicológicas e socias na vida da pessoa.

 

Qual o Caso Clínico que Mais o Impressionou?

Com mais de 20 anos de carreira é impossível falar e contabilizar todos os casos clínicos em que estive envolvido. No entanto, a partir do momento em que conseguimos mudar a vida de uma só pessoa, isso tem automaticamente um impacto em nós próprios.

Sou o resultado de 22 anos de constante conexào emocional com todos os milhares de pacientes e, por isso mesmo, a minha vida é uma representação de milhares de histórias.

No entanto, creio que faz sentido mencionar um caso que é retratado no documentário da National Geographic e que me impressionou bastante. O caso da Joyce. Por toda a dinâmica à  volta da sua transformação. Por ser uma pessoa que vivia em absoluta pobreza, com dificuldades que possivelmente nenhum de nós consegue imaginar e que a falta de um sorriso esteticamente bonito fez com que a mesma não se sentisse mulher.

Conseguir devolver-lhe essa sensação fez com que a Joyce se integrasse melhor na sociedade, e melhorasse o relacionamento com a sua família e os seus filhos. A sua dinâmica mudou em menos de 24 horas.

 

Como Implementa a Filosofia ‘No Half Smiles’?

NoHalfSmiles, é uma catch phrase desenvolvida há mais de 10 anos que ajuda a condensar numa só frase toda a minha filosofia de trabalho. Filosofia assente no facto de não pretender fazer tratamentos baseados na capacidade financeira dos meus pacientes, mas sim de acordo com as reais necessidades da boca.

Como Médico Dentista, baseio-me em três premissas. Primeiramente, e como grande prioridade encontra-se a Biologia, a saúde da boca. Em segundo lugar, a funçào mastigatória e por último, a estética. Sendo que, o meu papel como fundador e diretor clínico da White Clinic é garantir que todos os nossos pacientes têm um tratamento assente nestas três premissas. Um tratamento adequado à s necessidades de cada um e acima de tudo ético.

Apesar da combinação destas três premissas ser fundamental num tratamento, acredito que um sorriso saudável é um sorriso bonito. Infelizmente não conseguimos chegar a todas as pessoas, mas fazemos o nosso melhor com as pessoas de quem tratamos.

 

VEJA O TRAILER

Compartilhe este artigo

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on print
Share on email

Publicações relacionadas

Comentários

Scroll to Top